A força do terror como inspiração criativa:
filhos do cotidiano contemporâneo.

As opressões/pressões sociais estão cada vez mais evidentes, talvez novamente, mas de uma forma mais abusiva, coercitiva. O poder da comunicação através das mídias sociais proliferam incertezas, medos e inseguranças sem qualquer freio, beirando a histeria coletiva. As respostas a estas situações aparecem nas cenas culturais, nas artes, nos ativismos, nas conscientizações citadinas, ou ainda na falta de consciência

As expressões sempre proliferaram frente aos obstáculos. Este momento não é nem um pouco diferente. Momentos de crise geram novas formas de manifestações. Mas isso modifica o ambiente e as pessoas que nele vive. Quais são os reflexos apresentados na cultura? O objetivo deste tema então é o de trazer esta realidade à tona, checando os preconceitos e os valores destes seres, debatendo como a contemporaneidade e suas narrativas estão sendo moldadas em uma nova estética.

Venha, participe de mais este encontro compartilhando ideias e pesquisas.

As ideias estão agrupadas, e não restritas, em focos como:

 

EN

PT